Conflitos no condomínio: saiba como resolvê-los

Conflitos no condomínio: saiba como resolvê-los

Por melhor que seja a gestão do síndico, os conflitos no condomínio vão ocorrer. Isso acontece porque o prédio reúne diferentes pessoas, com hábitos e prioridades distintos. A junção de famílias com histórias de vida e aspirações distintas causa, frequentemente, desavenças.

Entretanto, é papel do administrador gerenciar esses conflitos, de forma a resolvê-los da melhor maneira possível, sem que haja danos aos demais moradores e atuando pelo bem-estar harmonioso e pela convivência tranquila.

Listamos abaixo dicas fundamentais para ajudar você a resolver os conflitos que, certamente, ocorrem no seu condomínio. Acompanhe!

Mantenha-se imparcial

Apesar de o ser humano ser parcial e tendencioso, o síndico, enquanto administrador do condomínio, precisa ser imparcial. O que vale não é o que ele pensa a respeito de determinado morador ou de uma situação de conflito. O importante é seguir as regras estabelecidas na convenção. Portanto, é primordial ser imparcial para solucionar e mediar desavenças.

Conheça os condôminos

Outra dica simples e importante é que o síndico conheça os condôminos. Essa relação de proximidade confere a ele mais autoridade na hora de resolver algum problema. Conhecer os moradores significa se importar e, no fundo, o que os condôminos querem é justamente sentir que o síndico se importa não apenas com o bem-estar geral do condomínio, mas com o de cada um deles e suas famílias.

Saiba ouvir

Saber ouvir também é determinante para resolver conflitos no condomínio de maneira tranquila. Antes de tomar atitudes ou mesmo propor medidas, é preciso ouvir calmamente os dois lados da história. Escutar o que cada morador tem a dizer, planejar uma solução e expor a medida a essas pessoas é necessário.

Seja transparente

Ser transparente também é muito importante, pois essa atitude evita fofocas e climas tensos no condomínio. É preciso ser firme, verdadeiro e honesto em todas as ações. Dessa forma, o síndico passa credibilidade aos condôminos não apenas como gestor, mas como mediador de conflitos.

É importante ser uma figura confiável e que tenha autoridade ao gerenciar um condomínio, e isso só é obtido quando o trabalho é levado com transparência e seriedade.

Conte com uma administradora

Por fim, para resolver conflitos no condomínio é importante contar com o auxílio de uma administradora de condomínios. Além de toda ajuda contábil e jurídica que a administradora confere ao síndico, ela ainda tem a seu favor experiência na resolução de problemas e imparcialidade total.

Por mais profissional e imparcial que o síndico seja, ele também é morador do condomínio. Já contando com o apoio de uma administradora terceirizada, toda a mediação de conflitos acontece de forma mais ágil e direta.

Conforme mostramos ao longo do texto, os conflitos no condomínio são situações rotineiras. Cabe ao síndico, ao lado de uma administradora competente, atuar para mediar e resolver os problemas. Seguindo as simples dicas que listamos acima, certamente as desavenças serão solucionadas de forma harmoniosa.

Agora que você já sabe como resolver os conflitos no condomínio de maneira tranquila e segura, que tal entrar em contato conosco? Somos uma administradora com vasta experiência no ramo e temos toda a expertise para ajudar você nessa missão tão importante!

Sem comentários

Cancelar